AnápolisManchete

Laudo decidirá imbróglio de “esqueleto” na Praça 31 de Julho em Anápolis

Em cerca de 100 dias, deve ser conhecida uma solução a ser dada para o prédio que deveria ser destinado a abrigar a Câmara Municipal de Anápolis e que, desde 2016, é objetivo de muita polêmica e vários procedimentos instaurados pelo Ministério Público e o Poder Judiciário.

Foi publicado no Diário Oficial do Município, o contrato firmado entre o Município e a empresa Hirata e Assis Representações e Projetos Ltda. O contrato faz parte do chamamento aberto pela Prefeitura, visando a contratação de empresa especializada em execução de perícias em engenharia civil, para a prestação de serviços referente à emissão de laudos e adequação de projetos e demais recomendações relativas à situação estrutural do prédio localizado na Praça 31 de Julho.

O prefeito Roberto Naves adianta que com base nos laudos apresentados é que será embasada a decisão sobre o que fazer com a edificação, se poderá ser aproveitada de forma integral ou parcial ou, ainda, se não poderá ser aproveitada. Neste último caso, portanto, a demolição.

Roberto Naves lembra que foram feitas outras tentativas de obter o laudo, junto a instituições de ensino superior e também, junto a profissionais e empresas privadas, mas até então não houve êxito.

A expectativa é que agora, o futuro sobre o prédio que seria destinado à Câmara Municipal tenha um desfecho em breve. Desde 2016, a obra foi paralisada por erros em projetos de engenharia, arquitetura e de execução.

O Poder Legislativo abriu mão da edificação e, inclusive, já está instalada em um prédio alugado na Avenida Jamel Cecílio.

Por várias vezes, a construção inacabada foi alvo de notícias negativas para a cidade, pelos erros grosseiros da obra e pelo desperdício de recursos públicos. Além disso, até um cadáver foi encontrado, no ano passado, no local.

O prédio, localizado ao lado do Palácio Santana (antiga sede do Legislativo) e do viaduto da Avenida Brasil com a Rua Manoel da Abadia, chama atenção porque tem uma parte da estrutura que parece uma pirâmide, só que achatada na parte de cima.

Com Agência de Notícias/Cláudius Brito/Contexto/

Related Articles