Esporte

Goleiro argentino morre após defender pênalti com o peito

Jogador de 17 anos morreu após sofrer um ataque cardiorrespiratório decorrente de uma bolada no peito recebida durante a disputa

Um goleiro de 17 anos, do Unión de Golondrina, equipe que disputa a Liga Regional Nortista, morreu após sofrer um ataque cardiorrespiratório decorrente de uma bolada no peito recebida durante a disputa de pênaltis da partida que disputava.

O jovem, identificado como Ramón Ismael Coronel, chegou a ser levado ao hospital da cidade de Reconquista, que fica na província de Santa Fé, mas não resistiu e morreu. Os familiares do jovem disseram, segundo a agência estatal “Télam”, que não havia ambulância no local do jogo e que tiveram que levá-lo ao hospital em um carro particular.

A partida era disputada em um campo que fica a 50 quilômetros da cidade de Reconquista. Após defender uma das cobranças dos adversários, Ramón começou a comemorar e, de repente, caiu no chão. “A única coisa que eu posso dizer é que não entendo por que em um evento como esse não havia uma ambulância”, disse Eduardo Coronel, pai de Ramón, em entrevista ao jornal “Reconquista Hoy”.EFE

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *