Manchete

Construtora alvo da PF no Tocantins manteve contrato milionário com prefeitura de Anápolis até MP atuar

Investigações da Polícia Federal durante a Operação Vicinalis em setembro de 2017, mostraram que a empresa WMC, não tinha condições de vencer uma licitação. Isso porque até dezembro de 2015, o local tinha apenas dois funcionários e nenhuma máquina

Uma empresa que venceu a licitação para construções e reparos dos prédios públicos de Anápols, é alvo de denúncia no Ministério Público de Goiás , pelo alto valor do contrato de  R$-10 milhões, além de estar sendo investigada pela Polícia Federal por irregularidades na execução de serviços em estradas no Tocantins.

Segundo denúncia, a empresa WMC Construtora tem em seu proprietário Wanderley Milhomen, fortes ligações com o secretário de Planejamento de Anápolis, Igo Nascimento, o que teria facilitado para que vencesse a licitação

A licitação teria tido êxito  apenas por ‘fachada’, já que os empresários prucuradores da empresa, William Marcos Cordeiro e Anielle Mendes Meirelles, Juntamente com o dono da WMC Construtora,segundo denúncia,possuem um acordo com o Secretário de Planejamento,Igo Nascimento e seus assessores.

Para fechar os contratos, os proprietários teriam  repassado uma porcentagem do valor da obra para os agentes da prefeitura de Anápolis, além de outras vantagens, como por exemplo, uma grande reforma realizada em um apartamento de um dos secretários da prefeitura.

Resultado de imagem para wanderley milhomem

Wanderley Milhomem: Foto: Reprodução

O grupo com essa atuação ,frustrou o caráter competitivo do pregão. Com contratos asinados entre as partes,foram emitidas diversas ordens de pagamento em favor da empresa WMC, causando um rombo nas contas públicas do município.

Quem perde com isso é a população que necessita dos serviços básicos do munícipio.

 

Imagem relacionada

Igo Nascimento,Secretário de Planejamento de Anápolis

Ligações

Investigações da Polícia Federal durante a Operação Vicinalis em setembro de 2017, mostraram que a empresa WMC, não tinha condições de vencer uma licitação. Isso porque até dezembro de 2015, o local tinha apenas dois funcionários e nenhuma máquina que pudesse fazer o serviço licitado. A operação apura irregularidades na construção de estradas em Piraquê, norte do Tocantins.

“Segundo as investigações ficou constatado que se tratava de uma prática corriqueira na Prefeitura de Piraquê, tendo em vista que os servidores informaram que nunca participaram de nenhuma reunião de licitação e somente assinavam quando era encaminhada a licitação para eles, sem conferir”, disse o delegado Tarcísio Júnior na época, durante coletiva.

O nome da operação faz referência ao significado da palavra Vicinalis que faz referência a caminho ou estrada que liga povoações próximas.

Wanderley é o presidente do PSD de São Bento do Tocantins, coincidência ou não , o Secretário de Planejamento de Anápolis, Igo Nascimento foi o tesoureiro do PSD do Tocantins.
Nascimento também foi diretor da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), comandou a empresa pública, interinamente, depois de ter conhecido na mesma empresa o atual prefeito de Anápolis Roberto Naves, e a partir de então, recebeu o convite para comandar a pasta de secretário de planejamento na cidade goiana.

O contrato de 10 milhões assinado com um pequena empresa de uma cidade de 3.500 habitantes, em uma região que não justifica pelos serviços prestados e executados, no mínimo causa estranheza.

Da redação do Goiás em Tempo.

Matéria atualizada em 13/03/2019 para acréscimo de informações.

Nota

Em nota divulgada em redes sociais e grupos de WhatsApp, o assessor de Comunicação da Prefeitura de Anápolis,Rodrigo Tiziane, tratou da matéria do Goiás Em Tempo como Fake News,mas na mesma nota admite ter concluido o contrato e ter pago pelos serviços “prestados” pela empresa, e ainda isenta a prefeitura de Anápolis de ter responsabilidade para analisar as empresas que participam de licitação, seja qual ela for.

Jornal

O Jornal Goiás em Tempo, não tem cor partidária, faz jornalismo independente,informando e divulgando notícias que interessam à população, com fatos e provas, em relatos, fotos, vídeos, e documentos, que antes de serem postados são cuidadosamente analisados pelos editores e corpo jurídico.

O espaço dado pelo Jornal, obedece a livre expressão e oferece o mesmo espaço para considerações caso não concordem com nossas matérias. Para tanto temos uma linha de comunicação por e-mail, e telefone fixo, facilmente acessados no “expediente” da página principal.

Continuação da matéria…

 

 

 

 

 

 

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *