GoiásManchete

Mais de 15 mil veículos apreendidos e esquecidos em pátios do Detran são retirados

Deflagrada em maio deste ano pelo Governo de Goiás, por meio do Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO), a Operação Limpeza de Pátios já removeu mais 15 mil veículos que estavam esquecidos pelos proprietários em pátios do Estado. Nesta primeira etapa, foi esvaziada a maioria dos pátios do Detran-GO, Polícia Militar e postos do Batalhão Rodoviário. A meta é retirar todos os veículos até o final do ano. A ação busca reduzir os focos de proliferação de vetores de doenças, diminuir impactos ambientais e zerar o estoque de automóveis e motocicletas aptos para leilões.

Até o momento, foram limpos pátios em mais de 50 municípios, como Rio Verde, Jataí, Itumbiara, Luziânia, Nova Crixás, São Miguel do Araguaia, Mozarlândia, Mundo Novo, Porangatu e Abadia de Goiás, que abrigava os veículos apreendidos em grande parte da Região Metropolitana de Goiânia (RMG). Os automóveis e motos aptos para leilão, ou seja, aqueles que estão apreendidos há mais de 60 dias, foram removidos para empresas credenciadas, que deram sequência aos procedimentos necessários para o leilão.

A operação já resultou na realização de dois leilões neste ano. Neles foram comercializados 12.357 veículos, entre inservíveis e recuperáveis, totalizando arrecadação de R$ 12,9 milhões. Os recursos servem para quitar débitos do veículo com o Estado e órgãos autuadores de trânsito, como secretarias municipais de Trânsito e Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Leilões em dezembro

Segundo o diretor de Operações do Detran-GO, Juliano Bezerra, está programada a realização de outros dois leilões. O próximo será em dezembro. A previsão é que sejam comercializados mais de nove mil veículos recuperáveis e sucatas.

Juliano Bezerra explica que muitos veículos apreendidos chegavam a ficar no pátio por mais de 10 anos. “A ação do tempo, além de deteriorar o bem, reduzindo o valor venal, gera prejuízos ambientais. Os veículos danificados liberam resíduos que acabam poluindo o lençol freático, além de servir como reservatório para proliferação de vetores de doenças como o mosquito da dengue”, enfatiza.

Antes de enviar um veículo para leilão, o Detran-GO notifica o responsável legal pelo carro ou motocicleta para que tenha a oportunidade de reaver o bem. Somente quando são esgotadas as tentativas previstas em legislação, é aberto o processo de venda. Até o dia do leilão, o proprietário legal do veículo pode reivindicá-lo, sanando o problema que ocasionou a retenção e fazendo a retirada do mesmo.

Fonte: Detran – Governo de Goiás

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *