Coronavírus

Goiás tem dez crianças internadas em estado grave por conta de Covid-19, diz superintendente

A superintendente de vigilância em Saúde de Goiás, Flúvia Amorim, falou em entrevista à Bandeirantes sobre o início da vacinação de crianças contra Covid-19. Nesta segunda-feira (17), municípios goianos começaram a imunizar o público infantil de 11 a 5 anos. A vacina utilizada será da Pfizer. “A gente tem evidências suficientes para falar que essa vacina sim, é segura e eficaz. Então por que deixar filhos e sobrinhos estarem sob risco de ter forma grave ou óbito? Não tem justificativa”, pontuou Flúvia.

De acordo com ela, nas últimas quatro semanas Goiás registrou 281 casos confirmados de Covid-19 em crianças menores de 10 anos. Atualmente, ainda segundo Flúvia, Goiás tem dez crianças internadas em Unidades de Terapia Intensiva (UTI’s) pediátricas em estado grave por conta da doença. “Essa vacina vem justamente e principalmente para isso. Diminuir casos graves e óbitos”, completou.

“Temos casos graves em menor proporção que adultos, mas também acontecem entre crianças. Infelizmente o Brasil foi um dos países com maior número de mortes em crianças por Covid, então isso nos preocupa muito”, frisou a superintendente. Goiás recebeu 44 mil doses do imunizante aprovado pela Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Related Articles