Goiás

Servidores públicos em Goiás são alvos de mandados judiciais por corrupção e lavagem

Foi deflagrada, na manhã desta quinta-feira (12/9), operação nacional de enfrentamento à corrupção e à lavagem de dinheiro. A ação é articulada pelo Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas (GNCOC), e visa dar cumprimento a 87 mandados judiciais, dentre busca e apreensão, prisão, afastamento de funções públicas e uso de tornozeleiras eletrônicas. O GNCOC é integrado pelos Grupos de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Brasil.

O coordenador do GNCOC, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, esclarece que o objetivo da operação nacional é combater crimes contra a administração pública praticados por servidores, dentre eles crimes de corrupção ativa e passiva, peculato, peculato eletrônico, participação em organização criminosa, associação criminosa, fraude à licitação, lavagem de dinheiro, tráfico de influência, falsidade ideológica e material e fraude processual. Em Goiás, o Ministério Público, presta apoio à operação no cumprimento de mandados de busca e apreensão e de prisões preventiva e temporária.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *