Anápolis

Médico se movimenta para evitar fechamento da Unidade Oncológica de Anápolis

Proposta visa a mobilização da sociedade, incluindo o bispo dom João Wilk, para obter os recursos financeiros destinados a construção do centro cirúrgico

O médico João Bosco Machado anunciou, pela Manchester e Jornal Goiás em Tempo, sua decisão de liderar uma mobilização em Anápolis para evitar o fechamento do Ambulatório Oncológico, unidade que, segundo o profissional, tem 70 funcionários e realiza cerca de 700 atendimentos mensais. A maioria dos pacientes é formada por pessoas carentes, muitas das quais vêm de outras cidades em busca de socorro.

Resultado de imagem para joão bosco machado medico

Médico João Bosco Machado/Foto:reprodução

João Bosco informou que a mobilização atuará em três frentes – primeiro para rever o Termo de Ajuste de Conduta com o Ministério Público que determinou o encaminhamento dos pacientes para o Hospital Evangélico. Segundo: obter licença para encaminhar temporariamente os pacientes de Anápolis para o Hospital Araújo Jorge, em Goiânia, que tem 234 leitos para acolhimento de doentes.

A outra proposta do médico  Bosco Machado visa a mobilização da sociedade, incluindo o bispo dom João Wilk, para obter os recursos financeiros destinados a construção do centro cirúrgico e adaptar o Ambulatório Oncológico às exigências legais.O próprio médico fará a a doação de R$ 100 mil reais para a execução do projeto.

Por: Jairo Mendes

Edição: Marcus Vinicius Isaac

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *