ManchetePresidência da República

Tesouro Nacional pagou R$ 1,3 bilhão por dívidas com empréstimos de Goiás em 2021

Em caso de não pagamento, o Tesouro Nacional fica obrigado a honrar as dívidas. Depois, o governo federal aciona contragarantias para reaver os valores. No entanto, os entes têm conseguido barrar essas cobranças.

O Tesouro Nacional informou que a União honrou R$ 8,96 bilhões em dívidas não pagas por estados e municípios em 2021.O valor honrado é o segundo maior da série iniciada em 2016, inferior apenas ao montante de R$ 13,33 bilhões quitados pela União em 2020.No ano passado, a maior parte da conta foi paga sobre dívidas dos estados do Rio de Janeiro (R$ 4,2 bilhões), Minas Gerais (R$ 3,1 bilhões) e Goiás (R$ 1,3 bilhão). Os três estados somam 96,1% de tudo que foi honrado pelo governo no ano.

A União ainda pagou R$ 194 milhões em débitos do Amapá e R$ 156 milhões do Rio Grande do Norte. O único município do país com garantia honrada no ano foi Belford Roxo (RJ), com o valor de R$ 1,56 milhão. No total, desde 2016, esse custo ao governo federal soma R$ 41,91 bilhões. A União oferece garantia em empréstimos dos governos regionais com organismos internacionais e instituições financeiras, o que permite aos entes captar financiamentos com taxas de juros mais baixas.

 

Em caso de não pagamento, o Tesouro Nacional fica obrigado a honrar as dívidas. Depois, o governo federal aciona contragarantias para reaver os valores. No entanto, os entes têm conseguido barrar essas cobranças.

Foto: Governador Ronaldo Caiado e Jair Bolsonado em visita do presidente a Goiás. (Crédito: Divulgação)

Impedimento

“Pelo fato de a União estar impedida de recuperar as contragarantias de diversos Estados que obtiveram liminares judiciais suspendendo a execução das referidas contragarantias, os valores honrados no ano aumentaram a necessidade de financiamento da dívida pública federal”, informou o Tesouro.

Com Agência de Notícias/ Por: Rubens Salomão/

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *