AnápolisManchete

Novo cartão postal da Anápolis começa a ser construído no antigo Clube Ipiranga

Moderno e arrojado, Parque das Águas reúne esporte, lazer e preservação ambiental

O antigo Clube Ipiranga ainda instiga a memória afetiva de muitos anapolinos. Fechado há mais de dez anos, o lugar que já foi ponto de encontro e satisfação de crianças e adultos vai dar lugar a outro local que promete ser marcante para todas as idades: o Parque das Águas. O espaço público de lazer vai contar com anfiteatro, playgrounds, quadra poliesportiva, campo de futebol, quadras de areia, gangorras, quiosques, fonte recreativa e área verde. A propósito, ao lado dessa obra será construído um Jardim Botânico.

Somente para o Parque das Águas, são quase 18 mil metros quadrados. Segundo a arquiteta, Marília Resende, foi realizada uma ampla pesquisa conceitual de modernos parques pulverizados em todo o mundo. “O prefeito me levou até o local, explicou o que ele visualizava e daí começamos o processo de pesquisas e busca por algo moderno em interação com o meio ambiente. Um parque que muito me inspirou fica em Barcelona (Espanha)”, explica.

Ela ressalta que o Parque das Águas vai contemplar, de forma complementar, estruturas e objetos que não são comuns ao Parque Ipiranga. “Focamos muito no esporte, no meio ambiente e em playground moderno para as crianças”, diz. Esse último ponto será feito num local especial, num desnível de sete metros, de tal forma que os pais e cuidadores possam visualizar a criança de uma altura superior, sem que ela tenha acesso direto à rua ou se perca.

As fontes de água recreativas e o mirante são outros destaques do projeto. “Começamos a construir um novo point para Anápolis, lugar esse que os anapolinos vão se orgulhar em poder usufruir”, diz o prefeito da cidade Roberto Naves.

Related Articles