Esporte

Dinheiro que Marcelinho ganhará de Luxemburgo é penhorado pela Justiça

Escritório representou Marcelinho entre 2000 e 2005 e alega que não recebeu honorários cobrados. O juiz Rodrigo Cesar Fernandes Marinho, em despacho publicado no dia 27 de junho, acatou o pedido da empresa

O ex-jogador do Corinthians Marcelinho Carioca, 47, teve pouco tempo para comemorar uma decisão favorável a ele em processo movido na Justiça contra o técnico Vanderlei Luxemburgo, 67. Em junho, o Tribunal de Justiça de São Paulo determinou a penhora de parte do salário do treinador do Vasco da Gama em virtude de uma ação movida pelo ex-atleta por dano moral.

Luxemburgo foi condenado a pagar R$ 351 mil, incluindo correções monetárias, multas e honorários. De acordo com a decisão, 15% do salário do técnico será repassado para o ex-corintiano.  Marcelinho, porém, não deve ficar com a parcela do salário do técnico. A 4ª Vara Cível Central de São Paulo decretou a penhora de eventuais valores que o ex-jogador obtiver do Vasco referentes ao bloqueio a pedido do escritório L. Coelho e J. Morello Advogados Associados, que cobra uma dívida de R$ 1.502.285,40 do ex-jogador.

O escritório representou Marcelinho entre 2000 e 2005 e alega que não recebeu honorários cobrados. O juiz Rodrigo Cesar Fernandes Marinho, em despacho publicado no dia 27 de junho, acatou o pedido da empresa. “Diante das diferentes tentativas infrutíferas de recebimento do crédito, defiro a penhora”, diz trecho da decisão do juiz.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *