Manchete

Empresas usaram lotes no DAIA para financiamento e CODEGO vai pedir de volta

Trinta e cinco lotes industriais foram entregues para empresários que não conseguiram levar adiante, um dos lotes comprometidos no DAIA tem 250.000 metros quadrados

Uma equipe do departamento jurídico da CODEGO levanta informações sobre terrenos do Distrito Agroindustrial de Anápolis (DAIA), atualmente vinculados a ações da Justiça.Trinta e cinco lotes industriais que no passado foram destinados a implantação de empresas estão no foco dos técnicos da companhia.

Entretanto, os projetos se frustraram, os terrenos foram usados em financiamentos não quitados e hoje são objeto de ações na justiça pelos bancos credores. O administrador do DAIA, Marlon Caiado, informou que uma de suas prioridades, juntamente com advogados da CODEGO, é levantar a situação dos processos em andamento e recuperar os terrenos para oferecer às empresas que querem implantar projetos industriais em Anápolis.

Resultado de imagem para CODEGO DAIA ANAPOLIS

No passado, por falta de zelo da direção da extinta Goiasindustrial, trinta e cinco lotes industriais foram entregues para empresários que não conseguiram levar adiante seus projetos, resultando em frustrações e perdas à industrialização de Anápolis. Apenas um dos lotes comprometidos no DAIA tem 250.000 metros quadrados.

Por: Marcus Vinicius Isaac

 

Related Articles

1 thought on “Empresas usaram lotes no DAIA para financiamento e CODEGO vai pedir de volta”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *