Esporte

Anapolina perde para o Operário em casa pela Série D, e pode ser ultrapassada

 

O Operário, enfim, conseguiu a primeira vitória no Campeonato Brasileiro Série D. A equipe campo-grandense bateu por 1 a 0

A Associação Atlética Anapolina,perdeu por 1 a 0  para o Operário no estádio Jonas Duarte, em Anápolis-GO, neste sábado (18). Com o resultado, válido pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro da Série D, a Rubra segue por enquanto na liderança com quatro pontos, o Galo soma os primeiros três pontos, mas permanece na lanterna do Grupo A11.

A partida – Logo após a saída de bola da Anapolina , aos 10 segundos, Dé recebeu lançamento na ponta esquerda e finalizou com força, rasteiro. A bola passou com perigo ao lado direito de Jota.

Aos 34, Alan recebeu passe de Daniel Lucini e soltou a perna de fora da área, para defesa tranquila do goleiro da Anapolina.

Quem marcou o único gol da partida foi o atacante Regis Wenzel, aos 40 minutos do primeiro tempo. Após cobrança de lateral no flanco direito e disputa de cabeça dentro da área, o camisa 9 operariano recebeu cruzamento e, no meio de dois marcadores da Rubra, subiu mais alto para colocar no fundo da rede.

Já no segundo tempo, no minuto 23, Lucas Silva arrancou pela esquerda, limpou a marcação, invadiu a área operariana e chutou colocado no canto esquerdo de Jota. O arqueiro alvinegro espalmou nos pés de Ayrton, dentro da pequena área. O camisa 18 da Anapolina não aproveitou a oportunidade e arrematou por cima. Após o lance, Cadu Padilha, do Galo, foi expulso por reclamação.

Ágil, desde que entrou, no minuto 17, Lucas Silva “botou fogo” no jogo. Aos 37, o meia encontrou Romarinho dentro da área, que chutou forte para fora, levando risco à meta do Operário.

Nos minutos finais da partida, a Anapolina foi todo ao ataque, em busca do gol para igualar o confronto. Aos 46, Thiaguinho roubou bola de Romarinho na intermediária defensiva, tabelou no meio-campo e recebeu passe na frente. O lateral-direito ganhou na velocidade dos zagueiros da Xata e, ao perceber o goleiro adversário adiantado, deu um toque por cobertura. A bola passou raspando à trave e saiu para a linha de fundo.

Aos 50, Lucas Silva, mais uma vez, puxou a marcação na lateral esquerda e lançou Romarinho dentro da área, com um passe por “cavadinha”. O atleta cruzou para Marcus Vinicius que, pressionado por dois zagueiros e de costas para o gol, ajeitou, no estilo pivô, para Matheus Rogério. O camisa 10 encheu o pé e Jota, em cima da linha do gol, evitou o empate.

Anapolina e Operário jogaram para um público total de 3.122 pessoas. Destes, 2.739 pagaram a entrada, segundo a diretoria da Rubra. A renda do jogo foi de R$ 82.035,00.

O Operário enfrenta novamente a Anapolina, pela quarta rodada, em Campo Grande. O jogo será no próximo domingo, às 16h (horário de MS), no estádio Jacques da Luz.

Por ora, a equipe goiana lidera o Grupo A11, com 4 pontos. Com a mesma pontuação, em segundo lugar, está a Patrocinense-MG. O clube mineiro encara, na segunda-feira (20), o União Rondonópolis-MT fora de casa, no estádio Luthero Lopes, às 20h10 (horário de MS). O time mato-grossense, por sua vez, encontra-se na terceira posição da chave, com 3 pontos.

3ª rodada (1ª Fase) do Brasileirão Série D
Data: 18 de maio de 2019
Horário: 18h (horário de Brasília)
Local: Estádio Jonas Duarte; Anápolis, GO
Público pagante: 2.739
Público total: 3.122
Renda: R$ 82.035,00
Árbitro: José Woshington da Silva/PE
Assistentes: Bruno César Chaves Vieira/PE e Fernando Antônio da Silva Júnior/PE
Cartões amarelos: Ricardo Luiz (banco de reservas), Medeiros, Francesco, Mateus Lacerda e Dé (AAA); Jota, Thiago Rodrigues, Daniel, Bruno, Regis e Ygor (OPE)
Cartão vermelho: Cadu Padilha (OPE)
Gol: Régis 40’ 1T (OPE)
Anapolina: Rafael Khan; Marquinhos, Medeiros, Max e Romario; Francesco, Mateus Lacerda (Ayrton) e Mateus Rogério; Pedro Gabriel (Marcus Vinícius), Dudu e Dé (Lucas Silva).
Técnico: Waldemar Lemos.
Operário: Jota; Thiago Rodrigues, Carlos Alberto, Bruno e Alan; Daniel, Ygor (Firmino), Wesley (Júlio César) e Cadu Padilha; Régis e Lucas Kattah (Natan).
Técnico: Celso Rodrigues.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *