Brasileirão Série A

Rizek não poupa Renato e suas ‘péssimas decisões’: ‘Obrigação atirar enquanto houver flecha’

– Não vou especular que Renato, de propósito, pegou leve com o Grêmio. Para afirmar isso é necessário informação – que não tenho. Vou me ater à parte técnica. O trabalho do técnico, quando vencia facilmente, com um jogador a mais, foi ruim ontem. Não era um amistoso – começou André Rizek.

Ele explica que entende a decisão de tirar Vitinho do jogo, uma vez que o atacante é uma espécie de 12° jogador e peça importante do elenco para a final da Libertadores. Rizek ressalta, porém, que restavam apenas 20 minutos para o fim da partida, e o resultado positivo no Rio Grande do Sul diminuiria a vantagem do líder Atlético-MG para 6 pontos.- Obviamente há uma justificativa em sacar Vitinho – o jogador com mais fome no jogo. Poupá-lo para sábado. É peça importante em jogo que pode ter prorrogação. Mas faltavam 20 minutos para acabar o jogo ontem e, com a vitória, o Flamengo diminuía a vantagem do Galo para 6 pontos – escreveu o jornalista.

 

Por fim, André Rizek critica as ‘péssimas decisões’ de Renato e diz que é ‘obrigação atirar enquanto houver flecha’.

– E sacou Vitinho para colocar Piris da Mota! Um volante (ruim). Por que ficar esperando o apático Grêmio, com 10, em vez de massacrar? Foi uma péssima decisão. Flamengo dificilmente seria campeão brasileiro mesmo com a vitória ontem. Mas é obrigação atirar enquanto houver flecha – concluiu.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *