SolidariedadeTempo Society

FUNDO DE PARTICIPAÇÃO DO CIDADÃO; A CIDADANIA DA NOVA ERA

Sermos empreendedores, protagonistas de uma nova era de cidadania onde somos parte integrante de um estado de ações que beneficiam a coletividade, e que promova a verdadeira ‘ordem e progresso’ da comunidade que participamos e vivemos.

O FPC – FUNDO DE PARTICIPAÇÃO DO CIDADÃO tem como objetivo convidar você à participar do FÓRUM CIDADANIA DA NOVA ERA.

Você sabia que pode se tornar investidor de uma parte dos impostos que você mesmo produz, um valor per capita, direto na qualidade de vida da sua comunidade?!

Esse debate é para o empossamento e a consolidação do cidadão de uma nova era, que é parceiro do progresso da coletividade, servidor da sociedade e, um personagem com voz ativa que contribui com a direção do Estado diretamente no que é melhor para sua comunidade.

Vamos fazer uma breve reflexão! A base da federação é o bairro, ou seja, a comunidade, que, sem gestão de governança, torna o Brasil um desgoverno federal. É no bairro que funciona a indústria de produção de impostos, porém, a maior fatia do ‘bolo’ de tudo que se arrecada nos bairros vão para os representantes que deveriam ter a responsabilidade de gerir esses recursos em benefício do cidadão.

Lamentavelmente, a realidade que constatamos é bem diferente. É como preparar um banquete fino para satisfazer o paladar de poucos, enquanto, a comunidade, sente a fome de cidadania.

O FPC é o princípio da emancipação dessa nova governança que promove a ascensão do povo ao MANDATO DE CIDADÃO. Afinal, os outros mandatos e mandatários se mostraram incapazes de promover a qualidade de vida necessária em nossas comunidades. Assim, a parceria do cidadão com as demais esferas do Governo é inadiável e imprescindível.

O FUNDO DE AUXÍLIO EMERGENCIAL que foi viabilizado durante a pandemia é um exemplo dessa parceria em benefício da coletividade dos cidadãos. Aproximadamente 68 milhões de pessoas foram beneficiadas e 294 bilhões de reais foram investidos. Contudo, aqueles que usam seus mandatos para sonegar sua cidadania, bloqueiam esse benefício que fez girar de maneira democrática o consumo e a nossa economia local, e alegam, irresponsavelmente, que o Brasil “não suporta essa condição” ou “que vai quebrar se manter esse benefício”. Mas, nós sabemos bem que o que ‘quebra’ o nosso país é a corrupção e a manutenção de mordomias, sem limites, que beneficiam poucos.

Em 2019 o impostômetro atingiu a marca de 2,5 trilhões de reais. Desse valor, cerca de 10% (dez por cento) foi usado no FUNDO EMERGENCIAL, 90% (noventa por cento) ficou para o Estado contribuir com a sonegação de cidadania. Por isso, o MOVIMENTO PARCEIROS DO PROGRESSO convida você, os verdadeiros representantes das comunidades para participarem desse debate.

O FPC – FUNDO DE PARTICIPAÇÃO DO CIDADÃO é um grito de liberdade para nossa cidadania, é o compartilhamento do “pão nosso de cada dia”, os impostos, com quem de fato produz essa riqueza para o nosso Brasil, você, Cidadão da Nova Era.

Vamos fazer uma conta, até bem simples; se utilizarmos o valor do FUNDO EMERGENCIAL de 294 bilhões de reais e dividirmos por 148 milhões de cidadãos eleitores no Brasil, alcançamos o valor aproximado de R$ 1.987,00 (hum mil, novecentos e oitenta e sete reais) per capita anual, ou seja, se sua comunidade tem 10.000 (dez mil) cidadãos eleitores, significa que a gestão da sua comunidade em forma de cooperativismo, tem um investimento de 19.870.000,00 (dezenove milhões, oitocentos e setenta mil reais) anualmente. Assim, Programas como as ‘Cozinhas da Comunidade’, ‘Cooperativas de Cidadãos Empreendedores’, ‘Segurança, Lazer, Saúde, Meio Ambiente na Comunidade’, entre outros, poderiam ser facilmente implantados em benefício de todos. Olha o tamanho do investimento local, com apenas cerca de 10% (dez por cento) do que geramos em impostos.

O MOVIMENTO PARCEIROS DO PROGRESSO já viabilizou o trâmite inicial do projeto do FUNDO MUNICIPAL DE PARTICIPAÇÃO DO CIDADÃO inicialmente nas cidades de Goiânia, Aparecida de Goiânia e Anápolis. Estamos à disposição para encaminhamento da minuta do projeto para prefeitos, vereadores e lideranças locais de outras cidades através do telefone/WhatsApp (62)99663-6565 ou, acompanhe nossas atividades através de nossas redes sociais, Facebook, Instagram “@parceirosdoprogresso”.

Senhores prefeitos e vereadores, gestores recém empossados, chegou a hora de reconhecer que os cidadãos eleitores também devem tomar posse através dessa parceria, pois, 2,5 trilhões de reais não podem pertencer ao ‘desgoverno federal’, devem pertencer ao cidadão brasileiro que gera esse recurso com seu trabalho diário e o recolhimento de seus impostos, que Ele então possa ser respeitado como real colaborador da ORDEM E PROGRESSO de suas comunidades, que fortalecem seus Municípios, seu Estado e o Brasil.

Chegou o momento do debate do novo pacto federativo, sejam a geração dos gestores cidadanistas. Todos sabem que a eleição dos outros mandatos dependem do apoio dos prefeitos, vereadores e, principalmente, do cidadão.

Para deixarem de ficar esmolando dinheiro em Brasília para as necessidades das suas cidades, é preciso promover a solenidade de posse dos cidadãos em suas comunidades.

 

Marco Antônio Martins é parceiro do

MOVIMENTO PARCEIROS DO PROGRESSO.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Close
Pular para a barra de ferramentas