Últimas Notícias

Fazenda Canoa sedia 1º Tour Empresarial Reserva

Evento foi realizado na cidade de Silvânia e reuniu prefeito de vários municípios

Com o objetivo de fomentar o turismo em Silvânia, a prefeitura de Silvânia realizou o 1º Tour Empresarial Reserva no condomínio reserva Fazenda Canoa, às margens do Lago Corumbá IV.

O empreendedor Fernando Costa, da FRSC Participações, empresa anapolina que investe e desenvolve projetos de incorporação e urbanismo no eixo Goiânia-Anápolis-Brasília sediou o evento e recebeu autoridades, especialistas e prefeitos de municípios da região, como São Miguel do Passa Quatro, Palmelo, Gameleira, Corumbá de Goiás e Silvânia; além de convidados, empresários locais e consultores do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

A cidade é uma das sete banhadas pelo Lago e já possui seis empreendimentos aprovados. A cidade foi a primeira a regulamentar Zona Rural de Especial Interesse Turístico e Ambiental (ZREITA), que estabelece regras para a ocupação do entorno. “Estamos desenvolvendo alguns projetos para alavancar nosso turismo local e hoje realizamos esse evento para aproximar apresentar as transformações que aqui estão ocorrendo”, é o que ressalta o diretor de turismo de Silvânia, Valdir Antônio Rosa.

Presente no evento, o prefeito de Silvânia, Geraldo Luiz Santana (PP), disse que a cidade está preparada para trazer empreendedores e empresários para a região e que a parceria público-privada é fundamental para alavancar o turismo. “Hoje eu entendo que isso é um estilo de vida, as pessoas adquirirem terrenos próximos ao Lago Corumbá IV, que é um lago extremamente importante para nossa região, é de uma beleza única, ímpar. É nosso papel viabilizar que empreendedores, venham para o nosso município porque irão trazer empregos diretos, indiretos, vai melhorar a nossa arrecadação. Então é importante que haja essa parceria entre poder municipal e empreendedor para nosso município crescer mais ainda”, disse.

Mesmo não sendo banhada pelo lago, a cidade de Gameleira também se beneficia do desenvolvimento do turismo, considerou o prefeito da cidade, Wilson Tavares (DEM). O município é passagem para o lago e tem sido ponto de apoio para a compra de conveniências e material de construção, entre outros itens de necessidade dos turistas. “Ele está fomentando o comércio local e gerando empregos. A mão de obra geralmente é da a minha cidade, que é a mais próxima do lago”, disse.

Durante o evento, os participantes foram informados de que, em breve, poderão vislumbrar outras formas de negócios do turismo na região.  Um estudo de mercado do turismo náutico está sendo desenvolvido pelo Sebrae para entregar para a sociedade um mapa de oportunidades na região. “O objetivo é alavancar novos empreendedores”, informou Juliana Carvalho, consultora do Sebrae, que também participou do evento na Fazenda Canoa.

Ela considera que os municípios têm tarefa de casa de se preparar para receber iniciativas como o da Fazenda Canoa, que está fomentando empregos com a obra, mas continuará movimentando a economia futuramente com o movimento de turistas nas casas de veraneio que lá serão construídas. “A tarefa do poder público é desenvolver a governança turística e oferecer  toda a infraestrutura, asfalto, energia, internet, trabalhando  em conjunto com o poder privado”, disse.

O secretário de esportes e lazer de Gameleira de Goiás, Vanderlei Morais, considera que o Lago Corumbá IV tem a melhor performance de lâmina d´água, se comparado aos demais lagos existentes em outras regiões de Goiás e do Brasil. “É o que menos abaixa o nível de água, o que dá a possibilidade para que haja eventos durante todo o ano, independente da estação, diferente do que ocorre em outros lagos quando o período de seca chega”, diz.

Ingredientes que têm tudo para fomentar a economia e o turismo, mas também geram bem-estar, salientou o secretário, que também se tornou proprietário de um lote no condomínio reserva Fazenda Canoa. “É um mix de um bom investimento, mas é também um lugar onde eu posso vir, ter uma segunda moradia, porque sei que vai me dar qualidade de vida. Fiz um bom negócio!”, acrescenta.

 

Asfalto

E por falar em infraestrutura, um dos assuntos comentados pelos prefeitos foi a aprovação em  primeira e segunda votação da Assembléia Legislativa do Estado de Goiás, o projeto de lei nº 5973/21, de autoria do deputado estadual Tião Caroço (DEM), que prevê a estadualização de estrada de 55 quilômetros, tem o trajeto pertencente a três municípios: Gameleira, Silvânia e Luziânia. Importante acesso ao Lago Corumbá IV ela sai da GO 437 (que liga Anápolis a Gameleira e Silvânia), e chega na GO 010, próximo a Luziânia.

“Agora depende da sanção do governador. A estadualização é o primeiro passo para o asfalto, que é muito importante para nós”, considerou Wilson Tavares, prefeito de Gameleira. Ele lembrou que a estrada, desde a construção de Brasília, o trajeto foi um importante caminho para entrega de materiais de obra, e até hoje é zona de escoamento da produção agrícola.  E, agora, ele também é uma rota turística.

“É um asfalto de extrema importância que vai ligar Samambaia ao Posto Positivo, Luziânia a Gameleira, será outra rota de Anápolis a Brasília. Além do turismo, do agronegócio, vai beneficiar toda a cadeia produtiva de Silvânia, incluindo o escoamento dos polos industriais”, complementou Geraldo Luis Santana, prefeito de Silvânia.

 

Related Articles