Televisão

Ex-apresentador diz que Globo proíbe funcionários de apoiarem Bolsonaro e detona ‘comentarista loira’

Jornalista diz que pessoas que se manifestam a favor do atual governo são 'canceladas' dentro da emissora

O apresentador Fred Ring, que pediu demissão em 2020 do SporTV, onde apresentava o “Tá na Área”, afirmou que a TV Globo proíbe seus funcionários de se manifestarem a favor do presidente Jair Bolsonaro. Ao comentar uma publicação do perfil “Fui Clear”, no Instagram, o jornalista disse que quem apoia o atual governo é “cancelado” na emissora.

Fred Ring - Reprodução Instagram

Fred Ring Reprodução Instagram
“Sim! São proibidos! Quando expõe, são criticados ou “cancelados” das panelas”. Eu, por exemplo, fui procurar outro emprego. Pra bom entendedor meia palavra basta”, escreveu o jornalista ao ser questionado sobre o assunto.
Desde que deixou o Grupo Globo, Fred tem dado declarações polêmicas sobre a emissora. O apresentador deu a entender diversas vezes que tinha problemas por não ter a mesma posição política dos colegas. Ele chegou a dizer que “era perseguido por uma comentarista mulher, loira, que lacra pra caramba e aparece na Rede Globo”. Fred não citou o nome, mas a descrição bate com Ana Thais Matos, que na época era a única mulher a ter comentado jogos na TV aberta.

Em 2020, o jornalista e ex-apresentador também fez duras críticas à emissora da qual fazia parte desde 2016. Em entrevista ao Notícias da TV, o agora funcionário da Jovem Pan definiu a sua saída do Grupo Globo como “liberdade”. “Pedi demissão e estou livre das amarras. A Pan tem a minha cara, me identifico demais com a visão [da empresa]”.

Related Articles

30 thoughts on “Ex-apresentador diz que Globo proíbe funcionários de apoiarem Bolsonaro e detona ‘comentarista loira’”

  1. I’m really enjoying the theme/design of your weblog. Do you ever run into any internet browser compatibility problems?
    A few of my blog audience have complained about my blog not operating correctly in Explorer but looks great in Opera.
    Do you have any advice to help fix this issue?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *