Manchete

Comércio em Anápolis terá rodízio de funcionamento a partir desta sexta-feira

O prefeito Roberto Naves anunciou na última quarta-feira, que o município de Anápolis entra a partir desta sexta-feira, dia 3 de junho, em um novo protocolo de segurança baseado na matriz moderada de risco.

Isso significa um incremento nas medidas de distanciamento social que vão impactar diretamente o funcionamento do comércio na cidade.

Desde abril, com a implantação do protocolo baseado na matriz de risco, a cidade permaneceu na zona verde ou de risco leve, em que apenas o setor educacional não pôde funcionar presencialmente.

Tal protocolo só é admitido até o limite de 25% de ocupação dos leitos de UTI disponíveis para o tratamento de doentes graves, contaminados pela Covid-19. Anápolis conta hoje com 33 leitos de UTI, um terço deles (33%) já ocupados por pacientes com o coronavírus.

A matriz de risco moderado deve permanecer enquanto a taxa de ocupação ficar dentro dessa margem. Caso ela atinja 50%, medidas mais severas, conhecidas como “lockdown” ou fechamento total, passam a ser implantadas.

Roberto naves anunciou que até o fim da próxima semana, o número de leitos de UTI exclusivos para o atendimento de pacientes com a Covid-19 vai praticamente dobrar em Anápolis, chegando a 61.

Neste caso, se o número de internados graves não aumentar, em tese, as atividades econômicas poderão ser normalizadas, restringindo-se apenas às medidas sanitizantes, ao distanciamento dentro dos estabelecimentos coletivos e ao uso da máscara individual.

 

Publicado no início da tarde desta sexta-feira (03), em edição extra do Diário Oficial do Município (DOM), o novo decreto do prefeito Roberto Naves (PP) alterou os protocolos da matriz de risco no nível moderado. Antecipada em sua maioria pelo mandatário ao longo da semana, as medidas promovem o que o documento chama de “isolamento social intermediário”.

Na prática, a cidade não fecha e a economia não para. Mudam os horários de funcionamento, os protocolos ficam mais rígidos e surge a punição para quem descumprir as regras, como a multa de R$ 5 mil na matrícula do imóvel (residência e comércio).

O QUE MUDA 

Bares, assim como áreas verdes (praças e parques) e ambientes públicos de lazer (quadras esportivas e pistas de corrida), são os únicos que não poderão abrir enquanto a cidade estiver sob esse regime.

Já os restaurantes poderão abrir de dia e funcionar a partir das 18h com delivery ou drive-thuru. Academias privadas seguem liberadas, mas com limite de 30 pessoas.

Estratégia

Costurada nos últimos dias ouvindo setores econômicos e da sociedade, essa é a estratégia que a Prefeitura encontrou para passar o mês de julho.

Nesse período, conforme estudos de pesquisadores da Universidade Federal de Goiás (UFG), o estado deve passar pela pior fase do avanço da pandemia do novo coronavírus.

O prognóstico das autoridades sanitárias é que se proliferação e contaminação não for contida de imediato, o sistema público de saúde entrará em colapso mesmo com o aumento dos leitos de UTI. Haveria o acelerado aumento de casos e mortes em decorrência da doença.

Cemitérios, funerárias, indústrias/comércio de energia, gás, combustível, alimentação, farmacêutica, higiene e saúde continuam abertos. Do mesmo modo, serviços de segurança, água e esgoto, coleta e tratamento de lixo.

Bancos, lotéricas, correios, empresas de comunicação e serviços de assistência social também não precisam fechar as portas. Ainda entram na lista, os serviços de controle de pragas e extração mineral e vegetal.

Não essenciais

Indústria e o setor de hospedagem (hotéis, motéis, apart-hotéis, albergues – exceto assistenciais, pensões e similares) podem funcionar todos os dias da semana sem restrições.

Atividades de beleza (salões, barbearias,massagens, estética, manicure, tatuagem e piercing, etc.) funcionarão em sistema de rodízio (das 7h às13h lotes pares e das 13h às 19h lotes ímpares).

Na ausência de numeração de lotes, considera-se o número de localização/endereço. Aos finais de semana devem fechar.

Atividades de condicionamento físico (academias, estúdio de pilates, crossfit e yoga) podem continuar, mas somente de segunda a sexta-feira, das 05 às 22h.

.Com Agência de Notícias/

 

Related Articles