Goiás

Campanha contra a influenza em Goiás já imunizou quase 90% da população-alvo

A Campanha de Vacinação contra a Influenza, realizada em Goiás desde o dia 13 de abril, já imunizou mais de 89% das pessoas que integram os grupos prioritários. Os registros preliminares da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), divulgados na manhã dessa terça-feira (15/05), durante entrevista coletiva, revelam que já foram aplicadas, até agora, 1.480.120 doses da vacina, de um total de 1.759.600 doses distribuídas pelo Estado. Ainda faltam 17 dias para o fim da campanha, prevista para acontecer em todo o País até 1º de junho.

A gerente de Imunização e Rede de Frio da SES-GO, Clécia Di Lourdes Vecci Menezes, informou, durante a coletiva, que a meta de 90% de vacinação só não foi atingida nos grupos de gestantes,  crianças de 6 meses a menores de 5 anos e população privada de liberdade. Para garantir a imunização das pessoas que ainda não compareceram aos postos, a SES-GO vai recomendar às Secretarias Municipais de Saúde de todo o Estado a realização de uma busca ativa, ou seja, os profissionais vão até as casas das pessoas que precisam ser vacinadas.

Goiás lidera o ranking, em todo país, das unidades da Federação com maior proporção de doses aplicadas. De acordo com Clécia Vecci, a SES-GO já recebeu do Ministério da Saúde (MS), de forma parcelada, o quantitativo de doses previsto para a realização de toda a campanha. Entretanto, solicitou ao MS o envio de uma cota extra com mais 300 mil doses.

Casos da doença

Os registros da SES-GO também mostram que os casos de influenza representam 25% do total de notificações de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Neste ano, até o fim da Semana Epidemiológica 19 (12 de maio), foram feitos registros de 1.100 casos de SRAG. Destes, 278 foram por influenza. Entre os casos de influenza, 250 foram pelo vírus A H1N1, 25 pelo vírus A H3N2 e 3 foram de influenza B.

O boletim da SES-GO também revela que o número de casos de influenza verificado neste ano em Goiás é menor que o registrado em 2016, quando houve uma epidemia da doença no Estado. Em 2016, no mesmo período, foram notificados 320 casos de influenza, enquanto neste ano houve o registro de 278 casos.

Os registros da SES-GO mostram, ainda, que a quantidade de mortes por Influenza diminuiu neste ano em relação a 2016. Há dois anos, neste até a Semana Epidemiológica 19, foram notificados 66 morte por influenza e neste ano, 44. Dos 66 óbitos em 2016, 63 foram por H1N1. Neste ano, das 44 mortes por influenza, 39 são pelo vírus H1N1.

A gerente de Vigilância Epidemiológica da SES-GO, Magna Maria de Carvalho, acentua que a tendência é de que os casos de Influenza diminuam a partir da segunda quinzena de maio em função da campanha de vacinação.  Ela chama a atenção da população para a continuidade da adoção dos cuidados preventivos, entre os quais lavar as mãos com frequência, fazer uso do álcool em gel e evitar aglomerações.

Informações: Secretaria de saúde de Goiás

Related Articles

Pular para a barra de ferramentas