GoiásManchetePolítica

Aliança entre Caiado e MDB não muda apoio de Vanderlan em reeleição do governador

Em entrevista ao Jornal Bandeirantes desta quinta-feira (26), o senador Vanderlan Cardoso (PSD), afirmou que a nova aliança entre o governador Ronaldo Caiado (DEM), aliado do pessedista nas últimas eleições, e o MDB de Daniel Vilela, não muda sua posição em apoiar o democrata em uma possível reeleição no ano que vem.

Vanderlan encara como natural a tentativa de Caiado em fazer novas parcerias. “Isso é natural. O MDB é um partido com muita capilaridade no estado de Goiás. Agora, o PSD tem um nome fortíssimo que veio e se filiou para o Senado Federal, que é o Henrique Meirelles. Vamos estar trabalhando para que Henrique Meirelles esteja na chapa majoritária”, projeta o senador, deixando claro que deseja estar na chapa majoritária de Caiado.

O senador também comenta que Caiado vem conversando com parte do MDB, “principalmente do presidente Daniel Vilela”, já a algum tempo. “Ele vem tendo esse diálogo, procurando ampliar suas bases para sua reeleição”, comenta Vanderlan. Ainda de acordo ele, a reeleição é “geralmente um pouco mais difícil” e, por isso, o governador tem buscado novos aliados.

Candidatura em 2026

Já sobre uma possível candidatura a governador de Goiás em 2026, Vanderlan ressalta que ainda é cedo, mas que há um projeto, até o momento, para substituir Caiado. “Como nós vamos estar apoiando o governador, pelo menos até o momento, a não ser que o governador mude muita coisa. [A intenção] é suceder o governador caso ele seja reeleito”, diz.

“Mas para isso, como tem bastante tempo, nós temos que mostrar trabalho que estou intensificando no Senado Federal. Mostrar ao eleitor que nós temos um trabalho sério e em prol dos municípios. Para isso estou percorrendo todo o estado, entregando pessoalmente recursos, fruto de nossas emendas para fazer um projeto mais consistente”, sublinha.

Segundo Vanderlan, no atual momento, ele pensa em criar um projeto mais consistente para que, chegado 2026, possa pensar em uma possível candidatura a governador. “Nunca escondi de ninguém, nunca neguei que eu tenho pretensão sim de um dia ser governador do nosso estado de Goiás. Tanto é que eu já disputei duas vezes as eleições para governador”, pontua.

Related Articles