Manchete

Em prestação de contas Iris insinua que decreto de Caiado foi um desastre para a economia de Goiânia

O fechamento do comércio determinado pelo decreto de quarentena do governador Ronaldo Caiado foi desastroso para as finanças da prefeitura de Goiânia. Foi essa a síntese do relatório financeiro quadrimestral entregue pelo prefeito Iris Rezende nesta segunda-feira (1°) à Câmara de Vereadores.

“Não critico o decreto do governo porque, como médico, o governador Caiado tem conhecimento muito mais profundo da saúde, mas o fechamento total do comércio foi e tem sido um desastre para a nossa economia”, afirmou Iris.

Apesar dos dois meses iniciais do quadrimestre apresentarem superávit, o que ocorreu em função da receita do IPTU, os outros dois, principalmente o mês de abril, foram de queda acentuada na arrecadação municipal, com  perda estimada de R$ 623 milhões.

Iris assinalou que tem tomado medidas duras sem alarde para equilibrar as contas e manter o pagamento em dia da folha dos servidores municipais.

Prestação de Contas

 O presidente do Legislativo, vereador Romário Policarpo (Patriota), e os presidentes da Comissão Mista e da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Lucas Kitão (PSL) e Sabrina Garcez (PSD), receberam o relatório de gestão em reunião com participantes e público reduzidos, em razão das medidas de distanciamento social de prevenção da pandemia do novo coronavírus. Também participaram da reunião os vereadores Welington Peixoto (líder do prefeito na Câmara), Gustavo Cruvinel, Paulinho Graus e Juarez Lopes.

O vereador Lucas Kitão informou que a Comissão Mista, responsável pela realização da audiência pública da Prestação de Contas do Quadrimestre, vai promover uma sessão remota para que o relatório seja apresentado aos 35 vereadores. O prefeito confirmou presença na videoconferência e disse que sua equipe econômica estará presente na reunião virtual para detalhar os números da gestão relativos ao período entre janeiro e abril deste ano.

Ao receber a prestação de contas, Romário Policarpo reafirmou a determinação do Legislativo em atuar em parceria com a Prefeitura para atenuar o impacto da pandemia sobre as contas públicas e a economia da capital. Iris afirmou que o município e o país vivem “momento absolutamente inédito” e que a administração redobrou os esforços de contenção de gastos, de forma a garantir os recursos necessários ao enfrentamento da Covid-19 e manter o pagamento do funcionalismo em dia.

 

Related Articles