Esporte

São Silvestre terá largada antecipada em 2019 por não ter horário de verão

O trajeto de 15 quilômetros abrange pontos turísticos importantes da cidade de São Paulo, como a Avenida Paulista, o estádio do Pacaembu o Theatro Municipal

A tradicional Corrida de São Silvestre, que acontece no dia 31 de janeiro, terá a largada antecipada em 2019 devido a suspensão do horário de verão. A mudança vai mexer com a preparação dos atletas no dia da prova: refeições devem ser feitas até as 7 horas e programar o tempo de sono de maneira estratégica.

A 95ª edição da Corrida Internacional de São Silvestre terá largada a 7h25m, com a largada da categoria Cadeirantes. Em seguida, a partir das 7h40m, será a vez da Elite feminino, ficando para as 8h05m a Elite masculino, Pelotão C, e Cadeirantes com Guia e Pelotão Geral, na Avenida Paulista, na altura da Rua Frei Caneca, e chegada na mesma avenida, mas em frente ao prédio da TV Gazeta. O treinador Daniel Neves, da DPN RUN, de São Paulo, dá dicas para quem vai correr a São Silvestre 2019, uma das mais tradicionais provas do Brasil, neste dia 31 de dezembro.

A largada: Na Avenida Paulista, em frente ao MASP. Como serão mais de 30 mil corredores, tome cuidados para não tropeçar ou bater em outros atletas. Os mais lentos devem procurar correr pelas laterais para não ser atropelado pelos mais rápidos e apressados. Após 500 metros da largada, há a passagem ligando a Avenida Paulista com a Avenida Dr. Arnaldo, onde acontece um afunilamento na pista, e como o fluxo de atletas ainda é muito grande, é preciso ficar atento.

Rua Major Natanael (ao lado do Estádio do Pacaembu): uma descida muito forte, poupe seus joelhos segurando o ritmo, equilibre seu tronco com a pisada, desça com cuidado.

Viaduto Pacaembu: um pouco mais de 6km de prova, uma subida curta, uma descida e plano, ideal para você encaixar seu ritmo de prova. Nos trechos planos não há sombras, portanto é muito importante manter uma boa hidratação durante toda a prova.

Viaduto Engenheiro Orlando Murgel: Mais uma subida, essa mais longa. Mantenha a concentração e seu ritmo para alcançar a Avenida Rio Branco.

Avenida São João: Trecho plano, com algumas sombras. Aproveite para recuperar o fôlego. À frente, o Viaduto do Chá e o Theatro Municipal, pontos turísticos de São Paulo. Curta a paisagem.

Avenida Brigadeiro Luiz Antônio: Dois quilômetros de subidas. Foco na chegada e força. Após passar o Viaduto 13 de Maio, faltarão 500 metros de subidas, esforço final.

De volta à Paulista: Mais 500 metros para a chegada. Agora é retomar a respiração e administrar até o final para sair bem na foto!!!

Em frente ao prédio da TV Gazeta: A grande chegada. Cruze o pórtico feliz. Depois mantenha uma boa hidratação, alimente-se bem e comemore a chegada de mais um ano!!!

O trajeto de 15 quilômetros abrange pontos turísticos importantes da cidade de São Paulo, como a Avenida Paulista, o estádio do Pacaembu, o Largo do Arouche, a esquina das avenidas Ipiranga e São João e o Theatro Municipal.

A primeira edição da Corrida de São Silvestre aconteceu em 1925, após o jornalista Cásper Líbero, fundador do jornal A Gazeta Esportiva, acompanhar uma corrida noturna em Paris, na França. Foram sessenta atletas inscritos. Destes, 48 apareceram para correr e apenas 37 foram classificados — clique aqui para conhecer a história da competição.

 

Related Articles