Manchete

Com dois preços de passagem, prefeito de Anápolis permite reajuste para Urban que chega a 32% em apenas um ano

A Urban é a única empresa que atua na cidade de Anápolis,com uma população estimada em quase meio milhão de pessoas,e não tem concorrente

O  reajuste da passagem de ônibus em Anápolis foi autorizada pelo prefeito Roberto Naves,conforme decreto publicado no Diário Oficial do Município de Anápolis.e passa a valer a partir de domingo (29 set). A passagem passa a custar R$ -4 para o usuário que utilizar o sistema de bilhetagem eletrônica e R$ 4,25 para aquele usuário que pagar o bilhete em dinheiro, na catraca ou nos guichês de entrada do Terminal Urbano.

A Urban, que administra o transporte coletivo em Anápolis, formalizou um aumento de 26,7% na tarifa, passando dos atuais R$ 3,70 para R$ 4,69, mas a comissão da CMTT nomeada para analisar a mudança de preço aprovou aos valores de R$ 4,27 (que foi arredondado para R$ 4,25) e R$ 3,98 (que foi arredondado para R$ 4).Com isso ,os reajustes foram de 8,1% para quem utiliza o sistema eletrônico e de 14,8% para quem compra o bilhete no dinheiro.

A Urban é a única empresa que atua na cidade de Anápolis,com uma população estimada em quase meio milhão de pessoas,e não tem concorrente, frustrando assim qualquer outra  opção para o usuário anapolino.

INDIGNAÇÃO

Em um grupo fechado de WhatsApp da Associação Comercial e Industrial de Anápolis (ACIA), a indignação era imensa na manhã desta Sexta-feira,27. Em uma das postagens um empresário se manifestou indignado com o aumento , que em apenas um ano, será de 32%, passando de R$-3,20  em setembro de 2018 para R$-4,25, agora em 2019.

O empresário cobra reação da Imprensa anapolina, e das autoridades responsáveis, pois segundo denúncias que chegam a vários setores da sociedade , a prefeitura de Anápolis destina verba publicitária a jornalistas e radialistas que mantém Site para esse fim, sem  qualquer audiência comprovada, comprometendo assim a notícia em sua forma real,induzindo e inibindo a expressão da sociedade do município em um todo. Já os vereadores ,em sua maioria,indicam funcionários comissionados para fazerem parte da administração, comprometendo assim a independência para questionar qualquer ato do prefeito.

Leia o comentário:

‘Vergonha o que fazem com o cidadão Anapolino, todos meios de comunicação amordaçados e nem mesmo o MP faz algo contra a discrepância do valor da tarifa da passagem do Ônibus coletivo, não se trata mais de transporte público, pois se fosse deveria ser custeado pelo governo. Já outro absurdo é ter dois preços; bilhete eletrônico têm um valor e pagamento na catraca outro.
Procon…Ministério Público….Câmara Municipal…todos rezando’

Da Redação: 

 

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *