Manchete

Secretário de Saúde em Anápolis incentiva pacientes cardíacos a procurarem MP para receberem tratamento

As intervenções cardíacas são realizadas pela equipe do médico Walter Vosgrau, há 18 anos, e beneficiam todos os pacientes, mesmo quem não pode pagar

O Secretário de Saúde de Anápolis, Lucas Leite, informou que aguarda uma manifestação do Ministério Público e secretaria estadual de Saúde para solucionar o impasse que resultou na suspensão de cirurgias cardíacas, pagas pelo Sistema Único de Saúde (SUS), e realizadas no Hospital Evangélico Goiano.

A Clinicord, através de comunicado protocolado na secretaria municipal de Saúde, semana passada, oficializou a decisão de suspender as cirurgias cardíacas por 30 dias. As intervenções cardíacas são realizadas pela equipe do médico Walter Vosgrau, há 18 anos, e beneficiam todos os pacientes, mesmo quem não pode pagar. Em seu comunicado a Clinicord alegou vários obstáculos à continuidade do serviço, que é pago conjuntamente por Estado e Município. Esse é o maior problema, segundo informou o secretário Lucas Leite, esclarecendo que pacientes de outras cidades também são operados em Anápolis, motivo pelo qual a secretaria municipal de Saúde legalmente não pode assumir as despesas.

Enquanto não acontece uma solução, o secretário está orientando pacientes e familiares e procurarem o Ministério Público uma vez que, a partir da judicialização dos casos, o município tem respaldo legal para pagar as despesas relativas às cirurgias, numa solução individual e provisória.

Por: Marcus Vinicius Isaac

 

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *