Brasileirão Série A

Chapecoense vai pedir anulação do jogo contra o Goiás

O Goiás venceu a Chapecoense por 3 a 1 pela Série A do Campeonato Brasileiro nesta segunda-feira 10,no estádio Serra Dourada em Goiânia. Logo após a partida o presidente do clube catarinense, Plínio David de Nes Filho, o Maninho, comunicou a decisão pedir a anulação da partida,em entrevista concedida à rádio Oeste Capital, de Chapecó.

“Vamos entrar amanhã (11) com pedido de cancelamento da partida contra o Goiás. O que fizeram aqui hoje foi um absurdo”, disse Maninho, confirmando que o ofício solicitando a anulação será enviado à Confederação Brasileira de Futebol nesta terça-feira.

Maninho confirmou que pedirá anulação da partida contra o Goiás (Foto: Sirli Freitas/Chapecoense)

O presidente da Chapecoense embasa seu pedido de anulação pelo primeiro pênalti marcado contra o time catarinense, de Márcio Araújo em Léo Sena, que contou com o auxílio do VAR e pela expulsão de Bruno Pacheco, aos 20 minutos do segundo tempo. Segundo o dirigente, as decisões do árbitro Igor Júlio Benevenutto não foram corretas e não tiveram critério.

“Eu fui defensor do VAR, mas é uma vergonha. A arbitragem foi tendenciosa. Se arrependimento matasse, eu estaria morto. O juiz foi incompetente. Esse futebol está comprometido. Há indivíduos despreparados. Uma arbitragem despreparada prejudicou a Chapecoense no pênalti que não existiu e depois ele deveria consultar o VAR no cartão vermelho. Vai ver que ele entrou na bola e pegou o jogador depois”, explicou Plínio David Nes Filho.

“Desta maneira, a gente não pode fazer um futebol sério. O futebol está comprometido pela falta de competência. Estamos solicitando o cancelamento da partida pelos erros que ocorreram aqui no jogo de hoje. Alguém tem que começar a tomar atitude. Falo do despreparo do árbitro e de quem opera o VAR”, finalizou.

Com a derrota para o Goiás, a Chapecoense estacionou nos sete pontos e permaneceu fora da zona de rebaixamento, mas está empatada em pontos com o Fortaleza, que abre a zona do descenso. Sem muito tempo para trabalhar, o time catarinense terá o Fluminense, na Arena Condá, na próxima quinta-feira, pela última partida antes da parada da Copa América.

GOIÁS 3 X 1 CHAPECOENSE
Local: Serra Dourada, Goiânia (GO)
Data-Hora: 10/6/2019 – 20h
Árbitro: Igor Junio Benevenuto (MG)
Auxiliares: Celso Luiz da Silva (MG) e Ricardo Junio de Souza(MG)
VAR: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Público/renda: pagantes/R$
Cartões amarelos: Geovane (GOI), (CHA)
Cartões vermelhos: Bruno Pacheco (CHA)
Gols: Kayke (35’/1ºT) Rafael Pereira (43’/1ºT) Jefferson (32’/2ºT) Kayke (44’/2ºT)

GOIÁS: Tadeu; Daniel Guedes, David Duarte (Rafael Vaz,aos 5/1ºT), Yago e Jefferson; Geovane, Sena (Yago Felipe, aos 39/2ºT) e Giovanni Augusto (Marlone, aos 33/2ºT); Michael, Kayke e Leonardo Barcia. Técnico: Claudinei Oliveira.
CHAPECOENSE: Tiepo; Bryan (Diego Torres, aos 34/2ºT), Gum, Rafael Pereira e Bruno Pacheco; Elicarlos, Márcio Araújo, Gustavo Campanharo (Renato Kayzer, aos 18/2ºT), Camilo (Ernandes, aos 23/2ºT) e Arthur Gomes; Everaldo. Técnico: Ney Franco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *