Manchete

Destino da Câmara municipal poderá ser sua demolição ,com decisão nos próximos dias

Infiltrações, um fosso de elevador alagado, falta de ventilação e de iluminação natural são alguns dos tantos problemas enumerados por uma equipe de engenharia.

Pode sair nos próximos dias uma decisão sobre a obra inacabada da Câmara Municipal de Anápolis. O presidente Leandro Ribeiro, em reunião com os promotores Artur José Jacon Mathias e Sandra Mara Garbelini, combinou de oficializar um pedido de orientação do Ministério Público ao Legislativo sobre a melhor opção para o projeto paralisado.

Sabe-se que um laudo dos engenheiros que auxiliam os promotores indica que a construção do prédio da Câmara Municipal de Anápolis, em que pesem os mais de R$ 7 milhões investidos, tem falhas graves que dependerão de muitos investimentos para serem corrigidas. Infiltrações, um fosso de elevador alagado, falta de ventilação e de iluminação natural são alguns dos tantos problemas enumerados por uma equipe de engenharia. As correções dependem de elevados gastos, e não dariam garantia de que as futuras instalações seriam seguras ou confortáveis.

Nos bastidores é aceita a hipótese de, num acerto envolvendo autoridades de diversas áreas, optar pela demolição do prédio. O local escolhido para a obra, brejoso, não comporta o projeto estabelecido para o lugar.

Edição: Marcus Vinicius Isaac

Related Articles