Cidades

Crivella proíbe fogos com barulho no Rio de Janeiro

O prefeito Marcelo Crivella proibiu na noite desta sexta-feira, 28, a fabricação e venda de fogos de artifício que ultrapassem 85 decibéis. Quem descumprir a determinação, terá que arcar com o pagamento de uma multa no valor entre R$ 500, para pessoa física, e R$ 5 mil para jurídica.

O decreto possui uma exceção: “eventos com patrocínio do Poder Público, quando a explosão se der a partir do mar”. Ou seja, a Prefeitura poderá manter a estrutura já montada para a grande festa com fogos nos oito pontos da cidade.

Quem comprou fogos para soltar de forma independente antes do veredito municipal não será prejudicado. O dono do artefato deverá comprovar através de nota fiscal e a compra não poderá ultrapassar o período de seis meses.

O decreto valida a lei 3268 de 2001. Nas justificativas, Crivella alega que levou em consideração orientações médicas que são especialistas no assunto: “que acreditam ser prejudicial à saúde de pessoas e animais, inclusive com risco de perda auditiva irreversível, qualquer explosão intensa desses artefatos acima do limite imposto”.

Segundo a Prefeitura,a Guarda Municipal não vai multar ou apreender os fogos neste réveillon, mas apenas orientar as pessoas que usarem fogos de artifício sob as novas regras.

Quem ganha também são os bichinhos de estimação, especialmente os cachorros, que sofrem muito com o alto barulho dos fogos. O barulho no ouvido dos pets é extremamente maior que no ouvido humano. Além do pânico, muitos deles chegam a entrar em óbito.

Com Agência de Notícias/

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *