Manchete

Vereadora Thaís Souza detona serviço da Saneago em Anápolis

A vereadora Thaís Souza (PSL) afirmou nesta quarta-feira (18.set) que a Saneago presta um desserviço à cidade de Anápolis. “Faltam investimento e compromisso. A perda de água tratada nas tubulações antigas chega a 43%. Na região central esse percentual sobe para 74%”, disse.

Ela lembrou que a região sul de Anápolis ainda é abastecida pela estação de tratamento de água do Daia, de responsabilidade da Codego (Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás). Ou seja, a Saneago compra água para distribuir à população. Thaís ainda denunciou que a companhia polui o Rio Extrema, com 22% já morto por afluentes não tratados jogados em seu leito.

A vereadora citou artigo publicado no jornal O Popular, que defende que a administração direta não deve ser a fiscalizadora da gestão da água, um modelo ainda utilizado em Goiás. “Temos leis boas, mas incapacidade de fiscalizar”, informou.

Thaís defendeu uma administração indireta, nos moldes do governo federal, que tem hoje a ANA, a Agência Nacional das Águas. “Está na hora do nosso estado adotar esse modelo”, reforçou.

Para a vereadora, enquanto não houver essa mudança, a outorga de água em Goiás será uma autoenganação, pois a secretaria estadual não tem capacidade de analisar processos, por isso aceita qualquer parecer para aprovar a concessão de uso.

Com Agência de Notícias/

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *