Últimas Notícias

Atlético-GO vence o Goiás de goleada na primeira final do Goianão

Dragão venceu tranquilo por 3 a 0 no Olímpico e leva grande vantagem pro jogo da volta

Atlético-GO e Goiás se enfrentaram neste domingo pela primeira partida da final do Campeonato Goiano, no Estádio Olímpico Pedro Ludovico com mando e torcida única do time rubro-negro. E quem saiu em vantagem foi o Dragão, que venceu o rival pelo placar de 3 a 0. Os gols foram de Gilsinho, Matheuzinho e Madson.

Com o resultado, o Atlético-GO dá um grande passo rumo ao título goiano. O rubro-negro pode perder por até dois gols no segundo jogo que sairá campeão. Já o Goiás precisa vencer por quatro gols para ser campeão no tempo normal. Caso o Esmeraldino vença por três gols, a final será decidida na disputa de pênaltis.

Resultado de imagem para ATLETICO VENCE O GOIAS 3 A 0 GOIANO

 

O Jogo

Os comandados do técnico Wagner Lopes aproveitaram a presença de sua torcida e começaram a partida pressionando o Goiás. Logo no primeiro minuto de jogo, Mike recebeu lançamento perigoso na área, mas não conseguiu continuar a jogada.

Aos 10 minutos, pênalti para o Atlético-GO. Jorginho recebeu na direita, cortou Rafael Vaz e foi derrubado pelo zagueiro dentro da área. Gilsinho bateu no canto direito do goleiro e abriu o placar para o Dragão.

Somente aos 25 minutos o Goiás obrigou o goleiro Kozlinski a trabalhar. Após belo chute de Marlone de fora da área, o goleiro da equipe mandante foi buscar no canto direito e evitou o empate. A segunda grande chance do Esmeraldino veio da própria defesa do Atlético, aos 37 minutos. Em cobrança de falta de Marcelo Hermes, Jorginho cortou de cabeça e quase jogou contra o próprio gol.

A resposta veio sete minutos depois, quando Matheuzinho recebeu, girou e bateu de fora da área no canto esquerdo de Sidão, que não teve como defender: 2 a 0 para o Dragão. O jogador do rubro-negro ainda recebeu o cartão amarelo por comemorar com a torcida.

Na segunda etapa, o Goiás voltou com duas mudanças e determinado a reverter a situação. O técnico Maurício Barbieri colocou Giovanni Augusto no lugar do volante Gilberto e Marcinho no lugar de Renatinho.

As alterações surtiram efeito e o esmeraldino forçou o goleiro Kozlinski a fazer três boas defesas nos 15 primeiros minutos. A primeira foi em chute de Giovanni Augusto, que entrou no lugar do volante Gilberto. Aos 11 minutos, Marcelo Hermes cruzou bem para Rafael Vaz, que cabeceou para a bela defesa do goleiro do Atlético. A terceira veio depois de mais um cabeceio, dessa vez de Brenner, aos 16 minutos do segundo tempo.

Contudo, quem chegou ao gol foi novamente o Atlético-GO. Aos 46 minutos, Madson, que havia entrado quatro minutos antes, aproveitou contra-ataque e deu números finais ao clássico.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-GO 3 x 0 GOIÁS

Data/Hora: 14/04/2019, às 16h (de Brasília)
Local: Estádio Olímpico, Goiânia (GO)
Público/Renda: 6.026 presentes/R$ 57.515,00
Árbitro: Eduardo Tomaz (GO)
Assistentes: Cristhian Passos (GO) e Leone Carvalho (GO)
Cartões amarelos: Matheuzinho, André Luís e Pedro Bambu (ACG)

Gols: Gilsinho (11’/1ºT, 1-0); Matheuzinho (44’/1ºT, 2-0); Madson (46’/2ºT, 3-0)

ATLÉTICO-GO: Mauricio Kozlinski; Jonathan, Lucas Rocha, Oliveira e Nicolas; Pedro Bambu, Moacir (André Luís, aos 14’/2ºT), Matheuzinho, Jorginho (Reginaldo, aos 23’/2ºT) e Mike; Gilsinho (Madson, aos 42’/2ºT). Técnico: Wagner Lopes

GOIÁS: Sidão; Kevin, Yago, Rafael Vaz e Marcelo Hermes; Geovane, Gilberto (Giovanni Augusto, aos 1’/2ºT) e Marlone; Michael, Brenner (Junior Brandão, aos 36’/2ºT) e Renatinho (Marcinho, aos 1’/2ºT). Técnico: Maurício Barbieri

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *