Goiás

Marido de juíza que bloqueou R$ 550 milhões de Marconi é nomeado assessor especial do governo Caiado

Segundo informações da coluna Lauro Jardim, do jornal O Globo, Pedro Manzolli Neto trabalhou nove anos em cargo comissionado na administração do ex-governador, mas foi demitido em 2014

O marido da juíza Zilmene Manzolli, que bloqueou R$ 550 milhões do ex-governador Marconi Perillo (PSDB) na última semana,se tornou assessor especial da Secretaria de Gestão e Planejamento do governo de Ronaldo Caiado no início do ano. A informação é da coluna Lauro Jardim, do jornal O Globo.

Segundo o jornalista, Pedro Manzolli Neto já trabalhou na administração de Marconi Perillo. Ele foi nomeado pelo ex-governador em um cargo comissionado na Secretaria de Fazenda (Sefaz) em 2005. Nove anos depois, em 2014, ele e todos os servidores da categoria em que ele fazia parte foram exonerados  pelo peessedebista.

Uma nota no jornal O Globo desta terça-feira, 26/02, chama a atenção no cenário político goiano. Está repercutindo bastante em Goiás a coluna do jornalista Lauro Jardim em O Globo dando conta de uma notícia no mínimo estranha. Lauro conta que o marido da Juíza Zilmene Manzoli, aquela que ordenou um bloqueio de R$ 550 milhões em possíveis bens de Marconi Perillo (defesa de Marconi já mostrou que os bens do ex-governador não chegam nem a 1% desse valor), teve o seu esposo demitido de um cargo de confiança por Marconi em 2014. Lauro conta que foi o próprio Marconi quem nomeou Pedro Manzolli Neto em 2005. Até aí tudo normal. O que mais intriga nessa história toda é a informação de Lauro Jardim sobre a contratação, agora em 2019, do marido da juíza pelo atual governador de Goiás, inimigo número um de Marconi Perillo, Ronaldo Caiado.
Confira a nota da coluna de Lauro Jardim em O Globo!
Pedro Manzolli Neto dava expediente em um cargo comissionado na Secretaria de Fazenda de Goiás, nomeado por Perillo, de 2005 a 2014, quando o próprio Perillo, de volta ao cargo, exonerou os servidores da categoria da qual ele fazia parte.
No início do ano, Manzolli foi nomeado assessor especial da Secretaria de Gestão e Planejamento do governo de Ronaldo Caiado. A juíza bloqueou os bens de Perillo em um processo a que o ex-governador responde por improbidade administrativa.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *