Blog do Jairo Mendes

José Aparecido confessa assassinato de mulher após carona

O trabalhador rural José Aparecido de Souza confessou ontem o assassinato de Eunice Aparecida da Silva. A entrevista,ao vivo pela Manchester, testemunhada pelo delegado Carlos Antônio Silveira, responsável pelas investigações que esclareceram o homicídio, ocorreu na zona rural, imediações de Interlândia, onde o assassino abandonou o corpo da vítima.

O enredo da execução começou em sete de outubro quando a mulher saiu de casa para receber sua aposentadoria. O assassino lhe deu carona e a atraiu para o local deserto onde, a golpes de capacete e um pedaço de pau, ele matou Eunice Aparecida da Silva, que tinha 46 anos. O criminoso em seguida foi à casa da vítima e furtou vários objetos domésticos.

O delegado Carlos Antônio Silveira informou que é tênue a linha que separa o caso de um latrocínio ou homicídio, e que as questões técnicas ainda seriam avaliadas. José Aparecido está preso preventivamente, foi levado ao presídio do Recanto do Sol e fica à disposição da Justiça.

Edição: Marcus Vinicius Isaac

Por: Jairo Mendes

Related Articles