Manchete

Bares de Anápolis perto de acordo com fiscalização do observatório de segurança

Bares foram fiscalizados por perturbação ao sossego público e também com as suas licenças de funcionamento irregulares

Uma reunião, ontem,30, na Associação Comercial e Industrial de Anápolis, avançou na busca de solução ao funcionamento de bares localizados no perímetro urbano da cidade. O coordenador do Observatório de Segurança, Gleisson Reis, como forma de contestar a alegação de perseguição aos ambientes de lazer noturno da cidade, informou que dos 950 estabelecimentos desse gênero em funcionamento em Anápolis apenas cinco foram fechados.

Eles foram fiscalizados por perturbação ao sossego público e também porque as suas licenças de funcionamento estavam irregulares. Gleisson Reis disse que, é comum, a solicitação de autorização para instalação de um bar, que, posteriormente, sem autorização dos órgãos municipais, é convertido em boate.

Na reunião mediada pela Associação Comercial, foi esclarecido que nenhum estabelecimento é alvo de perseguição, desde que respeite o impacto de vizinhança. Por exemplo: bar com som ao vivo obrigatoriamente tem que instalar equipamentos de isolamento acústico. A preocupação da ACIA, segundo o presidente Anastácios Apóstolos, é assegurar lazer para a população e preservar dezenas de empregos de funcionários das casas noturnas.

Matéria: Jairo Mendes

Edição: Marcus Vinicius Isaac

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *